sábado, 19 de junho de 2010

CONSTITUI INTENÇÃO ... DIREITO À ALIMENTAÇÃO

-
-


Olá amig@s, estive refletindo sobre a nossa Carta Magna nesse fim de semana, pensando no rol de direitos que lá estão... e vi que mais um direito fundamental foi acrescido ao artigo da Constituição, que é o direito à alimentação (Emenda Constitucional nº 64/2010):

-

“Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.”

-

Um direito que sem dúvida alguma merece ser positivado tanto quanto os demais direitos já contidos em nossa Carta Maior, o que me preocupa é a sua real efetividade, espero muito que não caia no esquecimento, na obscuridade e nas constantes violações que sofrem os demais direitos. Cabendo a cada um de nós lutarmos e exigirmos do Estado e de nós mesmos que tais direitos se efetivem, que deixem a letra morta da lei e façam parte da nossa realidade social. Não se poderá nunca dizer que tal direito é efetivo enquanto encontrarmos pelas ruas pessoas passando fome, enquanto pais de família não tenham condições sequer de comprar um pão para o café da manhã, enquanto crianças e adolescentes tenham que se prostituir em troca de comida, ou que tenham que ir para os sinais para ganhar alguns trocados... como ocorre aqui em Fortaleza e em muitas cidades do nosso Brasil. Portanto, trago até vcs um vídeo de Valdecy Alves para que possamos pensar um pouco sobre isso.


Hoje (23/06/2010) lendo matérias no ciberespaço vi estudo feito pelo IBGE e divulgado no ESTADÃO, uma pesquisa que demonstra claramente a negação do direito à alimentação, dados tristes e alarmantes:

35% dos brasileiros ainda não se alimentam o suficiente

Dados do IBGE mostram, entretanto, que essa fatia era de 46,7% no levatamento de 2002/2003 e que a fome diminuiu em todas as regiões do País

Jacqueline Farid, da Agência Estado

Qua, 23 Jun, 10h51

A fome zero ainda não é realidade no Brasil, embora o acesso das famílias brasileiras à comida tenha aumentado significativamente em sete anos. Ainda que 35,5% das famílias vivam em situação de "insuficiência da quantidade de alimentos consumidos", segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008/2009, o porcentual é bem inferior ao apurado na pesquisa anterior, referente ao período 2002/2003, quando os alimentos eram insuficientes para 46,7% das famílias consultadas.

No Norte, mais de 50% das famílias ainda não comem o que necessitam. Mas houve redução da fome em todas as regiões brasileiras. Os destaques ficaram com o Sudeste - onde os alimentos eram insuficientes para 43,4% das famílias em 2003, enquanto em 2009 essa situação baixou para 29,4% - e o Norte (de 63,9% para 51,5%).

Apesar de comerem mais, as famílias brasileiras ainda não conseguem escolher sempre os alimentos consumidos. Apenas 35,2% delas consomem sempre os alimentos "do tipo preferido", enquanto 52% nem sempre conseguem comer o que querem. Outras 12,9% das famílias "raramente" consomem o tipo preferido de comida.


sexta-feira, 11 de junho de 2010

Dia dos Namorados - Love me Tender, Elvis Presley

-
-


Beijo do Filme - A Um passo da Eternidade

Que no dia dos namorados possamos celebrar o que a humanidade tem de mais precioso, o sentimento mais belo e mais altivo que é o AMOR... que nesse dia possamos colocar de lado todo o individualismo e permitirmo-nos amar e ser amados. Pensando nisso escolhi uma música especialmente para esse dia. Espero que gostem e que escutem com o seu AMOR, porque eu ouvirei com o meu grande amor.

-


terça-feira, 8 de junho de 2010

A GREVE DOS PROFESSORES DE MARACANAÚ CONTINUA!

-


A greve dos professores de Maracanaú continua. A prefeitura do município continua sem negociar com o sindicato, após duas audiências na comarca de Maracanaú, a proposta de reajuste continua a ser pelo INPC, quando deveria ser pelo valor aluno (15,93%, FUNDEB). Na quinta-feira, dia 10 de junho às 14h, foi marcada no Tribunal de Justiça, sessão de julgamento para tratar do dissídio coletivo impetrado pelo sindicato, será feita sustentação oral pelo advogado do Sindicato dos Professores (SUPREMA) Dr. Valdecy Alves, no sentido de defender a competência do TJ/CE para julgar dissídio coletivo dos servidores públicos estatutários. Enquanto isso os professores continuam firmes na greve aguardando que o judiciário assuma seu papel.

Obrigada a tod@s que deixaram seus comentários no blog em apoio a luta legítima dos professores de Maracanaú.

Se puder visite também o Blog do Sindicato dos professores: SUPREMA

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails